Páginas

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Estudo da Bíblia para crianças - Lição Bíblica Infantil

José, o sonhador


Textos-base: Gn: 30:24; 37: 5-8; 41: 42-44; 39: 1-6; 20-23; 39: 7-11; 41: 14-46; 43:30; 45:14,23; 47: 7; 45:8; 50: 16-21.
Você tem sonhos?
No estudo de hoje vamos conhecer um homem muito especial, um sonhador, que foi usado por Deus para cumprir um plano específico na Terra.
Jacó, que teve seu nome mudado para Israel após um encontro com Deus, teve doze filhos com suas duas esposas, Lia e Raquel, e suas servas Bila e Zilpa. Jacó tinha um filho que amava mais que os outros: José (Gn. 37:3). Os irmãos de José, vendo que o pai o amava mais que aos outros, o invejavam e o odiavam. Quando José lhes contou os sonhos que teve, nos quais feixes o rodeavam e inclinavam-se perante ele, e outro em que o sol, a lua e onze estrelas se inclinavam perante ele, seus irmãos passaram a odiá-lo ainda mais.
Israel deu a José um presente muito especial: uma túnica de várias cores. Esse gesto fez com que o ciúme e a inveja fossem cada vez maiores no coração dos seus irmãos.
Os irmãos de José intentaram matá-lo, jogando-o dentro de um poço e tirando-lhe a túnica. Depois o venderam a uma caravana de ismaelitas, que o levou para o Egito.
No Egito, José foi levado para trabalhar na casa de Potifar, oficial de Faraó. Ali, tornou-se próspero, pois o Senhor estava com ele (Gn. 39). A esposa de Potifar começou a tentá-lo, querendo ter um relacionamento com ele. Mas José era fiel ao seu Senhor e não se deixou vencer pela tentação. Com raiva e sentindo-se rejeitada, a mulher disse ao seu marido que José havia lhe desrespeitado. Potifar, ao ouvir sua mulher, mandou lançar José na prisão.
Mesmo no cárcere, o Senhor era com José, estendendo sobre ele a sua benignidade, concedendo-lhe graça aos olhos do carcereiro, que entregou em suas mãos todos os presos que ali estavam.
Veja que coisa interessante: em Gênesis 39:23b lemos: "… porque o Senhor era com ele, fazendo prosperar tudo o que ele empreendia ". Por que? Por causa da sua fidelidade.
José, o sonhador, ainda na prisão, interpretou os sonhos de dois presos. Depois que foi solto, interpretou os sonhos de Faraó, no qual havia a previsão de sete anos de fartura e sete anos de fome. Faraó estabeleceu a José como governador sobre o Egito. Nos 7 anos de fartura, José ajuntou todo o mantimento possível. Quando toda a terra do Egito começou a ter fome, o povo procurou a José para comprar trigo. A fome se espalhou pela terra e atingiu a terra de Israel e a seus filhos. Assim, os filhos de Israel foram até José que os reconheceu, mas comportou-se como estranho para com eles, dando-lhes o mantimento necessário. Quando voltaram a José pela segunda vez, este revelou-se a seus irmãos, perdoando-os pelo mal que lhe fizeram e mandou buscar a Israel, seu pai, e toda a sua família.
Israel e sua família habitou na terra do Egito e ali adquiriram prosperidade, frutificaram e se multiplicaram muito.
Deus é maravilhoso!!! Ele permitiu que José sofresse todas as situações difíceis que nós vimos com um propósito: preparar José para que ele fosse o escape para que o Seu povo, o povo que Ele estava levantando para Si, não morresse de fome.
Preste bem atenção em uma coisa: Deus está no controle de todas as coisas. Até os fios de cabelo da sua cabeça estão contados (Mt. 10:30). As situações difíceis são oportunidades para nós aprendermos, crescermos e nos aproximarmos ainda mais do Senhor. José em todo o tempo foi fiel ao Senhor e dependeu d'Ele para tudo. É isso que Ele quer de mim e de você: que sejamos fiéis a Ele e dependamos unicamente d'Ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário